História atrás de história!

Resultado de imagem para leicester city

Precisamos falar sobre o Leicester City. Não falo sobre um time modinha, só porque venceu a disputadíssima Premier League na temporada 2015/2016, mas por toda sua história de superação no futebol inglês.

Fundado em 1884, o Leicester City é chamado de “The Foxes”, em português “As raposas”, em referência à intensa caça do animal na região Centro-Sul do Reino Unido, e foi admitido apenas em 1894 pela Football League (liga que representava todas as equipes do futebol inglês, até que, por questões financeiras, os clubes considerados grandes da Inglaterra romperam com a entidade e criaram a Premier League), e em sua história possui vários altos e baixos.

A equipe é, juntamente com o Manchester City, a maior vencedora da Segunda Divisão Inglesa (Football League Championship), com 7 títulos, e possui um outro recorde, é o clube com mais acessos à Premier League, 11 vezes.

Além disso, os Foxes disputaram a Liga Europa em duas oportunidades, 1998 e 2001, venceram 3 Copas da Liga Inglesa, 1 vez a Supercopa da Inglaterra e foram 4 vezes vice-campeões da Copa da Inglaterra.

História do clube

Passou a maior parte de sua história como coadjuvante, com apenas alguns momentos positivos, casos das temporadas 1928/1929 e 1929/1930, alcançando o terceiro e segundo lugar na antiga Football League e na temporada 1962/1963. A década de 60 entretanto, é considerada a década de ouro para a equipe, já que no período fez participações consistentes, todas na elite inglesa, conquistou pela primeira vez a Copa da Liga Inglesa e chegou à 3 finais da Copa da Inglaterra.

Em 2008/2009 a equipe viveu um de seus piores momentos em toda a sua história, teve de disputar a 3 ª divisão inglesa. A equipe desde então foi crescendo e o grande expoente dessa guinada é o empresário Vichai Srivaddhanaprabha, dono do grupo asiático Asian Football Investments que tem como sócia a maior empresa de freeshops do mundo, a King Power, que comprou o clube.

Na temporada 2012/2013, mais um drama: a equipe viu o retorno à Barclays Premier League escapar por muito pouco. Após cobrança de pênalti perdida aos 47 minutos do segundo tempo, o clube de Leicester viu o Watford fazer o gol de sua classificação em um contra-ataque, eliminando os Foxes, que teriam de disputar mais um ano a Football League Championship.

Porém, após a luta veio a redenção, e o Leicester foi campeão da temporada 2013/2014, alcançando 102 pontos e a vaga direta à Premier League. Foi aí que Vichai entrou efetivamente, investindo cerca de 180 milhões de libras no clube, com o objetivo de nos próximos 3 anos o clube figurar entre os 5 primeiros colocados.

Mas como nada vem fácil para a aguerrida equipe do Leicester City, a temporada 2014/2015 foi quase um pesadelo. Dado como rebaixado após a virada do ano de 2015, os Foxes, que desde julho de 2015 contavam com o comando de Claudio Ranieri, tiraram forças de onde parecia não terem mais e deixaram a lanterna do campeonato rumo aos 38 pontos e a 14 ª colocação na Premier League.

Uma curiosidade marcou esse ano. O treinador italiano convidou após a primiera vitória da equipe na Premier League, na 10 ª rodada, todos os seus atletas para irem a uma de suas pizzarias prediletas. Chegando lá, o treinador disse que seriam os jogadores quem preparariam e pizza, e lhes ensinaram a lição de que eles são capazes e que portanto deveriam acreditar em seu potencial. O resultado foi pronto, marcando o início de uma parceria de sucesso entre comandante e seus comandados.

A temporada dos sonhos

Resultado de imagem para leicester city

Ao iniciar a temporada 2015/2016, o objetivo de Ranieri era claro, evitar o rebaixamento. Porém, a cada jogo, o Leicester City desafiava a tudo e a todos e surpreendia. O treinador continuava com os pés no chão. Comandados pela dupla Mahrez e Vardy, a equipe fazia história a cada rodada. Mesmo não apresentando um futebol bonito e envolvente, a equipe conquistava os 3 pontos em diversas ocasiões com vitórias magras por 1 a 0. Mas isso era comemorado como uma goleada.

As rodadas foram passando, e o sonho se tornando cada vez mais realidade. A equipe estava unida em seu objetivo antes impensado, e o sonho de ser campeão inglês pela primeira vez em 130 de história era cada vez mais próximo.

O elenco que mesclava atletas desacreditados e jogadores que estavam no clube desde os maus tempos, quando a equipe estava na segunda divisão, conseguia tentos incríveis. Tirou pontos de praticamente todos os considerados grandes da Inglaterra e o time formado por Schmeichel no gol, Wes Morgan e Robert Huth na zaga, Simpson e Fuchs nas laterais, Kanté e Drinkwater (King) como volantes, Mahrez e Albrighton (Gray) no meio-campo e Okasaki (Ulloa) e Vardy, a cada jogo ganhava mais admiração e torcida pelo inédito título que se tornava realidade.

O que no início parecia um tento impossível, ao fim da temporada era real. O Leicester City fez uma campanha praticamente irretocável, conquistou 81 pontos em 38 rodadas, sendo 23 vitórias, 12 empates e apenas 3 derrotas. E o que era sonho se tornou realidade.

O site do globoesporte.com colocou os 10 passos para que o clube conseguisse o feito inédito.

Temporada 2016/2017

Com a conquista inédita, o clube foi um dos mais assediados pelos grandes europeus. Porém, conseguiu segurar as suas principais estrelas, Mahrez e Vardy e perdeu do time titular apenas N´Golo Kanté, para o Chelsea. Porém, foi ao mercado e reforçou sua equipe, já que pela primeira vez disputa a Uefa Champions League.

Os contratados para a temporada foram, o goleiro Ron-Robert Zieler (Hannover), o bom zagueiro Luis Hernández (Sporting Gijón), o meia Nampalys Mendy (Nice), e os atacantes Ahmed Musa, do CSKA Moscou, a jovem promessa Raúl Uche, de apenas 18 anos vindo do Rayo Vallecano da Espanha e a mais cara contratação do clube para temporada, que vem após ótima passagem pelo Sporting Lisboa, Slimani.

Expectativas para temporada

O clube não deve conseguir novamente fazer frente aos grandes da Inglaterra, porém, não será nenhuma surpresa se a equipe voltar a figurar entre os 6 primeiros colocados da Premier League. A expectativa é que o clube conquiste ao menos uma vaga para a Liga Europa.

Já na Champions League, o Leicester foi beneficiado por ser cabeça de chave e tem a seu favor um grupo um pouco mais fraco. Seu principal desafio é bater o Porto e conquistar o primeiro lugar do grupo, e a equipe iniciou bem a competição, vencendo o Club Brugge por 3 a 0 fora de casa e o Porto por 1 a 0 em casa. Resultado? Mais dois feitos inéditos na história do clube, que nunca disputou a Champions League e tem tudo para fazer uma campanha consistente, chegando aos mata-mata da competição. Porém, passar das quartas-de-final é um feito um tanto improvável, porém, os Foxes provaram saber lidar com as adversidades e sempre sendo coadjuvante.

A Champions League parece ser o campeonato onde Ranieri dá mais importância, e isso se evidencia nas escalações da equipe na Premier League e Champions League. O bom elenco do clube, somado à vontade de continuar fazendo história, é o principal fator de motivação para o plantel.

Devemos esperar o desenrolar da temporada 2016/2017 para vermos do que essa equipe é capaz.

Por Gustavo Pereira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s