Candidatos a zebra 2016/2017

zebra.jpg

O futebol é um dos esportes mais difundidos mundialmente. Não por acaso temos ligas fortes e ricas ao redor do mundo. É impossível pensar em Alemanha, Espanha, França Inglaterra e Itália, sem lembrarmos dos chamados “grandes”, equipes que possuem um grande predomínio e sempre entram como favoritas em todas as ligas que disputam nacionalmente.

Porém um fato interessante e fascinante do futebol é o que chamamos de “zebra”. A zebra pode ser definida como uma equipe que não entra na disputa como favorita ou como umas das favoritas, mas acabam surpreendendo e batendo todas as expectativas.

No futebol, podemos dizer  que as zebras sempre estiveram presentes no futebol, mas atualmente, esse fenômeno se destaca ainda mais, devido a equipes tão poderosas, com um alto investimento financeiro e com elencos cheios de craques.

As vezes acontecem algumas máximas, como recentemente ocorreu com o Leicester City, na temporada 2015/2016, que tinha um dos menores investimentos da Premier League, mas mesmo assim conseguiu chegar à glória máxima, conquistando uma das mais fortes ligas do mundo, com incríveis 81 pontos, 10 a mais que o vice-campeão, Arsenal, com uma campanha de 23 vitórias, 12 empates e apenas 3 derrotas.

A liga inglesa é a 3 ª colocada no coeficiente da Uefa, com 68.819 pontos. O coeficiente tem por base os resultados de todos os clubes em competições europeias no ano, para distribuição de vagas nas competições do ano seguinte. A federação espanhola ocupa a 1 ª posição, 93.570 pontos e a alemã a 2 ª, 72.729 pontos.

Possíveis zebras pelo mundo

Com a temporada europeia no início, alguns times já demonstram desempenhos surpreendentes, e mesmo sendo muito cedo, podemos projetar algumas possíveis zebras em algumas das principais ligas, que podem chegar a uma vaga na Liga Europa, Champions League, ou até mesmo ser o novo Leicester City.

Premier League (Inglaterra)

Apesar da liga ter alguns dos times mais poderosos do mundo, a divisão das cotas de TV é um ingrediente a mais, que permite equipes de pequeno e médio porte montar elencos satisfatórios e até mesmo surpreender os grandes.

-Southampton: Apesar de não ter começado bem a temporada, a equipe costuma crescer frente a grandes equipes, se notabilizando por fazer partidas duras contra esses times.

A principal arma para a equipe se tornar uma zebra é o fato de ter um elenco jovem, com atletas querendo mostrar serviço, juntamente com alguns jogadores de seleção, casos de Dusan Tadic e Van Dijk. Além disso, na temporada passada os “The Saints” deixaram de fora da Liga Europa equipes como Liverpool e Chelsea.

O ponto negativo da equipe é escorregar em jogos contra equipes do mesmo nível ou inferior. Se conseguir uma maior regularidade, tem tudo para ser uma zebra.

-Tottenham Hotspurs: Apesar de ser uma equipe tradicional na Inglaterra, o Tottenham não tem muitos títulos conquistados. Na temporada 2015/2016 travou uma briga até as últimas partidas com Leicester e Arsenal pelo título inglês. Tem uma boa equipe, comandada pelo argentino Maurício Pochettino, e não perdeu nenhum dos seus principais jogadores. Além disso, se reforçou pontualmente, trazendo os volantes Victor Wanyama, Moussa Sissoko e o ponta de lança Vicent Janssen, somados a uma defesa sólida. É o único time inglês que ainda não perdeu na Premier League.

O ponto negativo é a campanha que os Spurs fazem na Champions League, com 1 vitória, 1 empate e 3 derrotas, que pode ter um reflexo negativo nos comandados de Pochettino.

Ligue 1 (França)

-Nice: Uma das maiores surpresas da temporada até aqui, o clube já teve um passado de glórias, conquistando alguns títulos. Mas passou por maus bocados, e chegou a disputar até a 3 ª divisão francesa. Após voltar a Ligue 1, repetiu campanhas médias e nunca começa as temporadas como um dos favoritos. Na atual temporada, se aproveitou da queda de rendimento do Paris Saint-Germain e comandado por Mario Balotelli e pelo brasileiro Dante, tem surpreendido. Lidera a liga francesa com 32 pontos e apenas 1 derrota em 13 jogos.

O ponto negativo é que Balotelli vem atuando muito acima do que nas últimas temporadas, e por conta disso, não sabemos até quando ele vai continuar em alta.

Bundesliga (Alemanha)

Apesar do domínio recente de Bayern Munique e Borussia Dortmund, nessa temporada algumas equipes tem conseguido fazer da Bundesliga um campeonato mais igual.

-Leipzig RB: O time mais odiado da Alemanha está encantando o mundo. Devido a política da liga alemã, em que nenhuma empresa pode ser sócia-majoritária de um clube, a Red Bull detém apenas 49% dos direitos do clube, suficiente para implantar sua filosofia de investir em jovens talentos, a exemplo do que faz em outras equipes ao redor do mundo, inclusive com uma no Brasil. Com uma campanha dos sonhos até agora, o Leipzig ainda não perdeu na Bundesliga e aposta em jovens como os zagueiros Lukas Klostermann e Willi Orban e  meio campistas Emil Forsberg, Naby Keita, Marcel Sabitzer e os atacantes Timo Werner, Youssuf Poulsen e David Selke.

O ponto negativo é que por ser um time jovem, pode acabar sentindo a pressão da Bundesliga e alguns jogadores poderão cair um pouco de rendimento.

Colônia: Outra surpresa da temporada, a pequena equipe investiu bem nas últimas janelas de transferências e tem feito uma boa Bundesliga. Alguns jogadores tem se destacado, casos do jovem goleiro Timo Horn, do defensor da seleção alemã, Jonas Héctor, do volante Marco Hoger e dos atacantes Yuya Osako e Anthony Modeste. Desde 2013, o treinador Peter Stoger aposta na empatia com o elenco para continuar a boa campanha.

O ponto negativo é que não tem muitas peças de reposição, e caso alguns dos principais atletas se machuquem, pode acabar prejudicando o desempenho da equipe.

-Hoffenheim: De uma temporada horrível, com um quase rebaixamento à segunda divisão, a uma temporada consistente. Esse grande salto se deve a um nome, Julian Nagelsmann. O jovem treinador tem apenas 29 anos, mas vive uma temporada de gente grande. Sua equipe, juntamente com o Leipzig, são as únicas que ainda não perderam na Bundesliga, apesar do Hoffenheim ocupar a 5 ª posição, com 5 vitórias e 6 empates. O zagueiro Fabian Schar, o meio campista Sebastian Rudy e os atacantes Eduardo Vargas e Adam Szalai são as principais esperanças de fazer do Hoffenheim uma zebra.

O ponto negativo é que o estilo ofensivo do jovem treinador pode acabar o traindo em algumas rodadas.

Champions League

O Leicester City continua fazendo história! Apesar do mau começo na Premier League, é evidente que o foco da equipe é na principal competição europeia. O time comandado por Claudio Ranieri conseguiu mais um feito inédito na história do clube, avançando em primeiro lugar isolado em seu grupo, com uma rodada de antecedência, na Champions League. Agora terá a chance de enfrentar um segundo lugar dentre as oito chaves.

Chape Terror

Não poderia encerrar esse texto sem falar da zebra na Sul-Americana. Essa zebra é brasileira e atende por Associação Chapecoense de Futebol ! A equipe venceu a desconfiança de muitos no Brasil e na América do Sul, e conseguiu chegar a uma inédita final de Sul-Americana. Agora enfrentará o Atlético Nacional da Colômbia na final, atual campeão da Libertadores da América. É importante lembrar que a Chape jogava a Série D em 2009 e hoje vive um momento que muitos grandes do Brasil nunca tiveram a chance de vivenciar! Boa sorte à Chape!!!

Por Gustavo Pereira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s