braslibe

Em seu primeiro ano no novo modelo, a Copa Bridgestone Libertadores da América já na Pré-Libertadores deu um aperitivo do que pode ser a competição, que também pela primeira vez ocorrerá ao longo de todo o ano de 2017. Teve o Atlético Tucúman (ARG) se classificando após chegar com mais de 1 hora de atraso ao estádio e tendo que jogar com o uniforme da Argentina sub-20, o atual vice-campeão da competição Independiente del Valle (EQU), sendo eliminado na pré-libertadores, o Deportivo Capiatá (PAR) se classificando para a 3 ª fase da pré-libertadores após perder em casa por 3 a 1 e buscar uma goleada por 3 a 0 fora de casa, o The Strongest colocando seu ataque para funcionar, já tendo marcado 12 gols em 4 jogos, entre outras emoções.

Além disso, teve o Botafogo eliminando duas equipes que já foram campeãs da Libertadores, primeiro o Colo-Colo (CHI), com um salvador de bicicleta de Rodrigo Pimpão e depois o Olimpia (PAR), nos pênaltis, após uma incrível atuação de Gatito Fernandez, que como um gato pegou 3 cobranças e o Fogão saiu vitorioso por 3 a 1.

bot

E teve também o Atlético-PR se superando e eliminando o Milionários (BOL) nos pênaltis, em plena altitude de Bogotá e passando pelo Deportivo Capiatá (PAR), após empatar em 3 a 3 na Arena da Baixada e conseguir um magro mas milagrosos 1 a 0 fora de casa, suficiente para garantir a classificação à fase de grupos da Libertadores.

atl

Com isso, o Brasil conseguiu classificar todas as equipes possíveis para o torneio, Atlético-MG, Atlético-PR, Botafogo, Chapecoense, Flamengo, Grêmio, Palmeiras e Santos, totalizando 8 equipes dentre as 32 participantes da fase de grupos. Ou seja, 1/4 da Libertadores 2017 é brasileira!

Brasileiros na competição

Botafogo- Já no grupo 1, o Botafogo caiu em um grupo complicado, onde mais uma vez precisa mostrar força, principalmente a que mostrou jogando em casa, para se classificar nesse difícil grupo que conta com o Atlético Nacional (COL), atual campeão da competição e que mesmo perdendo alguns de seus principais jogadores, promete fazer uma dura competição e defender seu título. Além disso, o grupo tem o tradicional Estudiantes (ARG), que além de sempre vir forte, conta com um reforço de nome, Juan Sebastian Verón, o presidente de clube, que vai jogar a Libertadores após promessa caso sua equipe se classificasse para competição. Fecha o grupo o Barcelona Guayaquil (EQU), que mesmo sem muitos jogadores técnicos, promete compensar na raça e entrega.

Santos- A equipe da Vila Belmiro não começou bem o ano no campeonato paulista, mas já é carta marcada na Liberta, e sabe como disputar a competição. Em seu grupo, o 2, tem pela frente o Santa Fé (COL), que tem tradição e frequência na competição, o Sporting Cristal (PER) e o The Strongest (BOL), que na Pré-Libertadores, já mostrou que tem um poderoso ataque, tendo inclusive os dois artilheiros da competição até agora, o volante Chumacero, com 4 gols e o atacante Pablo Escobar, com 3 gols.

Atlético-PR e Flamengo– Com a definição do grupo 4, apenas reforçou-se a tese de que esse tem tudo para ser o grupo da morte. Composto por 4 equipes fortes e tradicionais, a promessa é de confrontos muito disputados, sem nenhum favorito. O San Lorenzo (ARG), time do papa, encabeça a chave, e desde o título em 2014, vem mantendo uma constante de alto rendimento, o Universidad Católica (CHI), é outra tradicional equipe, que juntamente com a La U (Universidad de Chile) vem mostrando a força do futebol chileno. As duas equipes brasileiras também vem em uma crescente, com um bom início de 2017, e precisam de muita força, principalmente nos jogos em casa para se sobressaírem nesse complicado grupo.

Palmeiras- No grupo 5, o Palmeiras tem pela frente um tradicional adversário, o Peñarol (URU), que já foi um dos melhores times da América, e busca retornar esse posto. Além disso encara o estreante Atlético Tucúman (ARG) que mostrou força e boa concentração na Pré-Libertadores para avançar de fase, mesmo com as adversidades e contra-tempos, e a equipe do Jorge Wilstermann (BOL), que tem participado das últimas edições da Libertadores e conhece a competição, mesmo sem ter tido ainda um grande resultado.

Atlético-MG- No grupo 6 o Galo caiu em um grupo onde teoricamente tem boas chances de classificação. Seu principal adversário é o Libertad (PAR), equipe que tem tradição na competição, mas não costuma chegar até as fases finais. Completam o grupo  Godoy Cruz (ARG) e Sport Boys (BOL),

Chapecoense– Estreante na Libertadores, a Chape tem um pedreira pela frente no grupo 7. Encara duas fortes e tradicionais equipes, o Nacional (URU) que sempre consegue chegar às fases finais da competição, e o Lanús (ARG), que tem um estilo de jogo argentino bem marcado, e é muito forte em casa, além do Atlético Zulia (VEN), que estreia na Libertadores e busca surpreender.

Grêmio- No grupo 8, a equipe de Porto Alegre foi outra que na teoria tem tudo para encaminhar sua classificação sem muitas dificuldades. Encara adversários sem muita tradição e força na competição, mas tem de ter cuidado para não se complicar, principalmente fora de casa. Enfrenta Deportes Iquique (CHI), Guaraní (PAR) e Zamora (VEZ).

Por Gustavo Pereira

Anúncios

2 comentários em “Brasileiros na Libertadores: façam suas apostas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s