Flamengo quer o mundo de novo

Gabriel-Barbosa-Flamengo.png
Com os dois gols marcados no Grêmio, Gabigol também assume a artilharia da Libertadores com 7 gols

Em um cenário perfeito, com mais de 70 mil pessoas no Maracanã, o Flamengo literalmente “executou os caras”.

Após mais uma partida próxima da perfeição dos comandados do Mister Jorge Jesus, a equipe rubro-negra soube aproveitar as oportunidades que teve e nocauteou o Grêmio de Renato Gaúcho

O jogo (o massacre)

renato gaucho
Após muita provocação, Renato Gaúcho tomou um nó tático de Jorge Jesus e seu time foi goleado no Maracanã

Depois do 1 a 1 no jogo da ida, esperava-se um jogo muito duro entre Flamengo e Grêmio, dada a qualidade das equipes e do momento vivido por ambas.

Afinal tratava-se do Grêmio, que chegava à terceira semifinal em três anos, incluindo o título da Libertadores em 2017.

No entanto a história não foi bem assim!

No primeiro tempo o Grêmio até começou melhor e tentou dominar as primeiras ações, chegando com perigo em duas oportunidades.

Mas como é característica dos comandados de Jorge Jesus, o Flamengo se manteve com a maior posse de bola, sempre de forma vertical e buscando espaços para furar a defesa.

E após roubada de bola de Evérton Ribeiro, Gérson tocou para Bruno Henrique, que descolou um lindo passe para Gabigol chutar na meta de Paulo Victor, que deu rebote nos pés do próprio Bruno Henrique, que empurrou para o gol e mais uma vez foi decisivo para o Flamengo.

O gol aos 44 minutos do primeiro tempo foi um banho de água fria para o Grêmio, que ficou visivelmente perturbado em campo e perdeu o controle emocional da partida.

Avalanche rubro-negra no segundo tempo

flamengo 2
Ao melhor estilo Bonde do Mengão Sem Freio, Gabigol, Bruno Henrique e companhia golearam o Grêmio no Maracanã

E nem a conversa de vestiário foi capaz de consertar o lado emocional dos comandados de Renato Gaúcho.

Logo com 1 minuto do segundo tempo, após bola parada a redonda sobrou à feição de ninguém menos do que Gabigol, que chutou forte de perna esquerda para ampliar o marcador.

E com 2 x 0, o Flamengo provavelmente começaria a trocar passes e cozinhar o placar, certo?

Não em um Flamengo comandado por Jorge Jesus, que tem o ataque até o último minuto como premissa!

Após deixar o Grêmio nas cordas, ainda deu tempo do Flamengo soltar um “Jab”, um “Direto” e um “Cruzado”!

Dez minutos após o segundo gol, Bruno Henrique sofreu pênalti que Gabigol bateu com muita tranquilidade para deslocar Paulo Victor e decretar a goleada rubro-negra diante de quase 70 mil apaixonados no Maracanã (e 4 mil gremistas).

Mas como diz Jorge Jesus, “Um pode ser… Dois, tudo bem, acontece! Mas CINCUN???????”

Pois é! Tinha caixa pra mais! E o Flamengo aproveitou o desânimo gremista para coroar mais dois importantes atletas de seu elenco, os zagueiros Pablo Marí e Rodrigo Caio.

Os dois marcaram de cabeça após jogadas de bola parada, aos 22 e 26 minutos do segundo tempo, deixando claro o grande poder ofensivo do ataque rubro-negro e fechando o caixão de uma goleada histórica em um jogo histórico.

Afinal, o Flamengo não chegava a uma final de Libertadores tinha 38 anos.

Entretanto, o Mister Jorge Jesus veio para fazer milagres e quebrar tabus!

E assim caiu mais um tabu, com direito a uma goleada de 5 x 0 sobre uma boa equipe do Grêmio, e o Flamengo volta a disputar uma final de Libertadores da América.

E a partida já tem data e lugar definidos: dia 23 de novembro, sábado, às 17:30 pelo horário de Brasília, em Santiago do Chile, contra o River Plate, atual campeão da Libertadores.

A mudança de patamar do Flamengo

flamengo
Flamengo conseguiu montar uma verdadeira seleção para o ano de 2019

Há alguns anos o Flamengo tem se notabilizado como uma equipe equilibrada financeiramente e que tem movimentado muitos milhões de reais (e de euros) com o futebol.

Afinal, soma vendas como a de Vinicíus Júnior, por 164 milhões de reais, de Lucas Paquetá, por 150 milhões de reais, de Jean Lucas, por 35 milhões de reais e de outros atletas da base e também da equipe principal como Léo Duarte, Cuellar, Henrique Dourado, Felipe Vizeu, entre outros.

Além de se equilibrar financeiramente, o clube retomou a máxima de que “Craque o Flamengo faz em casa”!

No entanto, a equipe tem usado essa grana que tem recebido como investimento para reforçar seu plantel.

E no ano de 2019 o rubro-negro carioca foi com tudo no mercado nacional e internacional para trazer grandes reforços que elevaram o patamar da equipe.

Apenas nesse ano chegaram Rafinha, João Lucas, Rodrigo Caio, Pablo Marí, Filipe Luís, Gérson, De Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol.

Desses, apenas João Lucas não é titular da equipe, que manteve apenas o goleiro Diego Alves, o volante Willian Arão e o ponta-direita Evérton Ribeiro como titulares remanescentes de 2018.

Mas o grande responsável pela grande melhora do Flamengo é o treinador português Jorge Jesus.

jorge jesus
O Mister deu outra cara para o Flamengo, que passou ao status de time a ser batido

Idolatrado pelos portugueses, o Mister de cara caiu nas graças da torcida, da diretoria e dos jogadores por desenvolver um estilo de jogo ofensivo e muito tático.

Desde que chegou ao Flamengo, só perdeu para o Bahia no Brasileirão (e para o Emelec na Libertadores), e não apenas tirou 8 pontos de diferença entre Flamengo e o até então líder Palmeiras, como hoje está há 10 pontos de vantagem do próprio Palmeiras no Brasileirão.

Na Libertadores pegou o time nas oitavas de final e passou por Emelec (nos penâltis), Internacional e Grêmio para chegar à final contra o River Plate.

Sempre muito simpático e efusivo, Jorge Jesus já ganhou música e muitas outras homenagens dos rubro-negros.

Além disso, vem justificando em campo seu investimento, e juntamente com Sampaoli, vem provando que os treinadores estrangeiros estão MUITO em alta no Brasil, que cada dia mais observa que retranca não ganha jogo.

Em 26 jogos do Mister à frente do Flamengo foram 18 vitórias, 6 empates e 2 derrotas.

Além disso, foram 55 gols marcados e apenas 19 sofridos, com um saldo de 36 gols positivos para os comandados de Jorge Jesus.

Tais números apenas comprovam um trabalho muito bem desenvolvido sob cobrança, foco e vontade de vencer a todo custo.

Agora o Flamengo pede o mundo de novo na final contra o River Plate para encarar novamente o Liverpool. adversário que “ficou na roda” em dezembro de 81 e foi goleado por 3 x 0, com dois de Nunes e um de Adílio, todos com participação do eleito melhor da partida, Zico.

Outro objetivo do Flamengo e de Jorge Jesus é o Brasileirão, que o Mister declarou em sua chegada ao rubro-negro que era seu principal objetivo, devido a importância que os europeus dão aos títulos do campeonato nacional.

E para isso, o Mister tem usado sempre o melhor que pode, evitando poupar jogadores… E sua estratégia tem dado muito certo!

Apesar de ainda não ter ganhado nenhum título, o Flamengo se encaminha bem para que isso ocorra em 2019, já que disputa em duas frentes.

E esses possíveis títulos vem para coroar um excelente planejamento feito desde a Era Bandeira de Mello, que equilibrou as contas do clube, e que temos visto os frutos serem colhidos em 2019.

vapo vapo

De todo modo, o Flamengo está no melhor estilo “Vapo Vapo”, executando seus adversários pouco a pouco.

Por Gustavo Pereira

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s